Sem estoque Informe o seu e-mail e o notificaremos assim que o produto chegar em nosso estoque:


Enviar Cancelar
Out of stock!
Insira seu e-mail para ser informado quando este produto chegar:
Enviar Fechar
Dois amores, duas cidades

Dois amores, duas cidades

- Editora:  Vide Editorial
- Autor:  Gustavo Corção
- Categorias: OFERTAS DA BIBLIOTECA / Até 25%
- Disponibilidade: Em estoque
R$ 99,90 R$ 71,93 (-28%)
Qtd:

Descrição

Este livro versa sobre os passos e as experiências do homem em busca de um mundo melhor ou em busca de si mesmo. O autor quis esboçar o mapa cultural da civilização ocidental moderna e estudar com atenção as correntes de idéias, os erros e os extravios que enchem de sinais o testamento da grande civilização de que todos somos egressos.

Corção afirma que o mundo que está para nascer depende do amor que tivermos e que soubermos projetar no firmamento cultural da civilização: "Continuo a crer na fecundidade e na eficácia do amor, e continuo a crer que a forma do mundo futuro está dentro de nós. É aí, onde se processa o primeiro dos diálogos, entre o homem e Deus, e entre o homem e sua própria alma, é aí que nascem as civilizações".

 

O Autor:

Gustavo Corção nasceu em 17 de dezembro de 1896 no Rio de Janeiro. Fez o curso de Engenharia na antiga Escola Politécnica do Rio de Janeiro, posteriormente lecionou eletrônica aplicada às telecomunicações, trabalhou em astronomia de campo, em serviço de força e luz, em radiocomunicações e em atividades industriais até 1948. Casou-se em 1924, ficou viúvo e casou-se novamente em 1937. Converteu-se à Igreja Católica em 1939 e publicou seu primeiro livro, A descoberta do outro, em 1944 (Agir). Foi diretor da revista A Ordem e do Centro Dom Vital, do Rio de Janeiro, e colaborador semanal de O Estado de São Paulo, do Diário de Notícias do Rio de Janeiro, do Correio do Povo de Porto Alegre e de O Globo do Rio de Janeiro. Corção morreu em 6 de julho de 1978 tendo publicado também os seguintes livros: Três alqueires e uma vaca (Agir, 1946), Lições de abismo (Agir, 1950), As fronteiras da técnica (Agir, 1954), Dez anos (Agir, 1956), Claro escuro (Agir, 1958), Machado de Assis (Agir, 1959), Patriotismo e nacionalismo (Presença, 1960), O desconcerto do mundo (Agir, 1965), Dois amores duas cidades (Agir, 1967), Progresso e progressismo (Agir, 1970) e O século do nada (Record, 1973).



Ficha Técnica:
ISBN: 9788595070691
Editora: Vide Editorial
Dimensões: 16 x 23 cm
Idioma: Português
Páginas: 672